Aprenda a amarrar lenço no cabelo

Meninas… Quem de vocês já experimentou usar lenço nos cabelos?? Eu particularmente ainda não tentei, mas pesquisando diversas imagens pra compartilhar com vocês, já estou querendo tentar qualquer dia desses.

Mas vamos lá, esse queridinhos são bem famosos não é de hoje. Os lenços quando usado no pescoço deixa o look bem charmoso. E a cada hora que passa mais e mais ideias nós temos pra não deixar os lenços simplesmente guardados no closet.

Os lenços ficam ótimos no pescoço, mas tem aquelas que já passaram a usar ele amarradinho na bolsa, anota essa dica porque o lencinho também fica lindinho na bolsa. Os lencinhos também podem ser usados no pulso, tem foto pra vocês conferir heinnn…☺️

Agora corre pra aprender a fazer uma amarração simplesinha mesmo pra usar o lencinho nos cabelos. Solto ou preso, curto ou longo pode apostar com total certeza, porque você não vai errar. E deixa super charmoso seu penteado.😉

Meninas, não resisti e acabei ficando apaixonada por esses lencinhos lindos.❤️ Selecionei tudo que encontrei pra vocês aproveitarem e levar os lençinhos de vocês pra passear fora closet.

Passo a passo para amarrar lenço nos cabelos

 

Mais ideias pra usar lenço nos cabelos

Usando lenço na bolsa

Outras ideias para usar os lenços

Espero que tenham gostado desse post, se você já usa lencinhos no seu dia a dia conta pra gente, se ainda não usa aproveita, você não vai se arrepender inspiração tem de monte, heinnn…☺️

Ideias de como usar os lenços não vai faltar, heinnn… Agora só falta colocar em prática. ;)

Beijos Meninas, até mais!!❤️😘

Imagens: Reprodução/Pinterest

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

Capas de Almofadas Customizadas

Oi Meninas… Trouxe hoje uma super dica pra gente aprender a fazer capas de almofadas customizadas. Pra quem gosta de usar a criatividade e aproveitar para decorar a casa, a dica é bem legal. Eu particularmente adoro fazer artesanato, gosto também de procurar ideias do que posso mudar gastando pouco, e acredito que a gente pode economizar muito colocando a mão na massa.

Você tem almofadas na sala ou queria ter?? Se você não tem pode  aprender essa customizada que é super fácil e fazer você mesma, agora pra quem já tem, pode fazer e presentear. O legal é tirar um tempinho da sua rotina e aproveitar para exercitar a mente, exercitar a criatividade e economizar. A gente acaba se prendendo na nossa rotina diária e acaba sem tempo de fazer outras coisas, mas é possível sim encontrar tempo pra fazer o que a gente gosta.

Vamos conferir o que precisamos para customizar a nossa própria almofada…rsrsr

Você vai precisar de:

1 Capa de almofada

Tinta de Tecido

Marcador de tecido preto (ponta fina)

Pincel

Estêncil do triângulo

Recipiente de pintura

Tesoura

Agulha e linha branca

Pedaço de papelão

Fita adesiva

Modelo 1

Coloque o pedaço de papelão dentro da capa de almofada.

Proteja as bordas com fita adesiva.

Veja o espaço entre um triângulo e outro com a régua e marque com o lápis.

Com a fita adesiva, faça linhas para deixar os triângulos alinhados.

Com o estêncil, desenhe os triângulos com o marcador.

Depois de desenhar todos, é hora de preenchê-los.

Depois de secar, costure o pompom na borda da almofada.

Modelo 2

Coloque o papelão dentro da capa de almofada.

Com marcador e régua, faça as linhas em diagonal em metade do tecido.

Proteja com a fita adesiva a última linha e uma linha cortante para formar o triângulo.

Preencha o triângulo com a cor que desejar.

Com outra cor, pinte uma das linhas desejadas.

Meninas esse foi o nosso DIY de hoje, espero que vocês tenham gostado e aproveitem para customizar as suas almofadas e manda pra gente.

Esse DIY é do site  Westwing.

Imagens: Reprodução/Pinterest

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

Escrivaninha de Pallet da Karla Amadori (Diycore)

Conheci a Karla Amadori do Diycore, lá no Instagram e adorei cada projeto lindo que ela faz e compartilha. É tudo tão lindo e parece tão fácil de fazer que inspira a gente a querer fazer também. :)

Um dos projetos mais legais que vi por lá foi a escrivaninha de pallet perfeita para quem tem pouco espaço e feita com poucos materiais. Projeto DIY ideal para quem quer começar a colocar a mão na massa para mudar a decoração de casa e dar um novo olhar para tudo. Eu adoro! <3 Confira a lista do material e o vídeo da Karla. ;)

 

MEDIDAS:

– Tampo: 1,00m x 0,40m

– Prateleira: 1,00m x 0,10m

Estas peças foram feitas com painel de pinus de 2cm de espessura, mas você também pode usar MDF, compensado naval, ou outra madeira de sua preferência.

 

MATERIAIS:

– 2 mãos francesas de pelo menos 25cm

– 2 L simples de metal (cantoneira) de 10cm

– Cola para madeira

– Parafusos

– Tinta ou verniz

Vídeo e tutorial: Reprodução/Diycore-KarlaAmadori

Compartilha com a gente o seu projeto DIY! ;)

um beijo,

Gi

Gislaine Rodrigues

Cristã na CCB, Consultora de Estilo no Cabide Criativo, adora tudo que envolve criatividade e quer um dia conseguir ajudar muitas pessoas no mundo. =)

Vaso de Xícara Flutuante para Decorar

O vaso de xícara flutuante é uma daquelas coisas que você já viu por aí, amou a ideia e ficou pensando “como será que fizeram isso?!”. Pensei a mesma coisa! rs. :)

Pesquisando pelo amado Pinterest acabei encontrando a mágica da xícara flutuante num diy super fácil, mais fácil do que você imagina. Além do passo a passo fiz uma seleção inspiradora com ideias para você fazer um de cada modelo, tem para todos os gostos e temas. Dá uma conferida!

 

Você vai precisar de:

1 xícara

1 pires

1 garfo velho

Pistola de cola quente

Flores e musgos artificiais (dependendo do modelo que for fazer o material substitua esse item)

 

Confira o passo a passo:

Inspirações para você fazer a sua xícara flutuante!

E aí, curtiu? Compartilha com a gente o seu! :)

um beijo

Gi

Gislaine Rodrigues

Cristã na CCB, Consultora de Estilo no Cabide Criativo, adora tudo que envolve criatividade e quer um dia conseguir ajudar muitas pessoas no mundo. =)

DIY – Banquinho Estofado

Oi, Oi meninas!!!

Entre diversas opções de DIY que encontramos, escolhemos compartilhar com vocês uma dica bem simples e de muita utilidade.

Em casa todas nós temos bancos reserva pra quando chega muitas visitas, né rs??

Então hoje, vamos dividir mais uma dica incrível que achamos no site Westwing.

O vídeo de hoje vai ensinar você a fazer um Banquinho Estofado, simples e charmoso pra decorar sua casa.

Você vai precisar de:

-Régua

-Pregos

-Caneta

-Tesoura

-Madeira

-Furadeira

-Pés para móveis

-Tapete ou tecido

-Cola Pulverizadora

-Espuma para estofado

-Grampeador de tapeceiro

Passo a Passo

Corte a espuma para estofado usando a base de madeira como molde.

Com a cola pulverizadora cole a espuma na base de madeira.

Forre a base estofada com o tapete ou tecido, usando o grampeador de tapeceiro.

Dê um acabamento bonito nas laterais como se estivesse embalando um presente.

Com a furadeira comece a instalar os pés para móveis na base estofada.

Prontinho!!!

Uma dica incrível da Thaynah Oliveira

Vídeo e Foto: Westwing

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

DIY: Faça um Kimono com Camiseta

Hoje tem uma super dica pra gente colocar a criatividade em prática. Você deve ter aí no seu armário uma camiseta que já nem usa mais e nem sabe o que fazer com ela. Agora, ela pode ficar de cara nova e passar de uma camiseta para um kimono super fashion e cheio de estilo.

A ideia do kimono é super fácil e você pode usar ele como saída de praia, por cima do vestido, short ou blusa. Cada uma usa o que mais gostar para colocar no seu kimono, o que importa é manter o seu estilo. 😉

Encontramos esse tutorial incrível no blog da Talita Scoralick. Para conferir, clique aqui!

Imagens: Reprodução/TalitaScoralick
Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

DIY – Luminárias de Potes de Vidro

Oi Meninas!!!

Trazendo hoje um DIY super fácil de fazer pra iluminar desde a sua casa até a sua festa.

Sempre temos em casa aqueles potes de vidro que já prometemos que não vamos mais ajuntar, mas no fim eles estão lá, e não sabemos mais de que maneira usar.

Hoje achamos uma super dica no site Arrumadíssimo.com.br que são luminárias feita com potes de vidro.

Essas luminárias ficam um charme e você pode usar e abusar da criatividade. Podem colocas elas no jardim, vai ter aquela festinha e você quer dar um toque final, essa pode ser uma ótima ideia. Ou quem sabe utilizar elas dentro de casa mesmo, da maneira que precisar temos certeza que fará muito sucesso.

Materiais

IMG_9092

Como fazer

IMG_9093

IMG_9094

IMG_9095

Imagens: Reprodução/Pinterest

Fonte: Daqui

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

DIY – Faça uma horta em casa

Oi Meninas!!!

Hoje em dia é bem difícil a gente ir até a feira e encontrar verduras e legumes de qualidade. E além da qualidade não ser lá essas coisas, o preço também não compensa muito.

Fazer uma horta em casa pode ser também uma oportunidade de se entreter mais com a família, de forma que todos podem ajudar a cuidar do espaço. Você só precisa de um espaço grande e que tenha bastante sol. Agora se você não tem muito espaço, a nossa dica é utilizar aquelas jardineiras, ou até mesmo, utilizar vasos.

O bom da hortinha em casa é que a gente tem alimentos saudáveis e frescos sem aditivos nenhum. :)

Na hora de escolher o melhor modo de plantar a sua horta, considere as espécies que deseja cultivar.

Algumas formas de cultivar as plantas são:

  • Direto na terra: ideal para quem tem quintal com espaço, nesse modelo tradicional as sementes ou mudas são plantadas direto na terra.
  • Vasos: vasos são alternativas práticas tanto para quem mora em casa quanto em apartamento, com várias opções de tamanhos, materiais, formatos e cores.
  • Embalagens recicladas: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável.
  • Floreiras: oferecendo um bom espaço, as floreiras são ótimas para uma horta compacta em pequenos espaços.
  • Caixas de madeira: espaçosos e baratos, caixotes de madeira e paletes podem ser boas escolhas.
  • Horta vertical: ideal para quem mora em apartamento, esse modelo consiste em montar a horta aproveitando espaços próximos a paredes. A horta vertical pode ser plantada em vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e sapateiras.

Vale lembrar que quem optar por vasos, potes, caixas, garrafas e outros recipientes, seja em hortas verticais ou horizontais, não deve esquecer de providenciar furos no fundo para evitar o excesso de água no solo.

A variedade de verduras, vegetais, ervas e temperos possíveis de cultivar em casa é muito grande! Para chegar nas escolhas ideais para você, é preciso levar em conta o espaço disponível, suas preferências e os cuidados que cada espécie exige.

Hortelã

Como plantar: a hortelã pode ser plantada por mudas ou sementes, conforme a espécie. É aconselhado fazer o plantio em um local sem ação de ventos fortes, uma vez que estes podem prejudicar o crescimento da planta.

Quando plantar: embora a planta seja resistente a mudanças de clima, o ideal é plantar durante a primavera ou outono, quando as temperaturas são mais amenas.

Salsinha

Como plantar: as sementes podem ser plantadas em recipientes com profundidade de, pelo menos, 30 cm, para favorecer o desenvolvimento das raízes. Para agilizar a germinação, uma dica é deixar as sementes de molho em água por um dia antes de plantá-las.

Quando plantar: a salsa pode ser plantada em qualquer época do ano, de preferência aproveitando dias em que não faça calor ou frio excessivo.

Cuidados e quando colher: mantenha o solo sempre bem irrigado e planeje adubações frequentes. A colheita pode ser feita, em média, de dois a três meses após o plantio. As folhas devem ser colhidas inteiras.

Cebolinha

Como plantar: pode ser plantada em sementes ou mudas. Caso as sementes não sejam plantadas diretamente no local definitivo, o transplante pode ser realizado depois de 30 a 40 dias.

Quando plantar: durante todo o ano, dando preferência às épocas de clima ameno.

Cuidados e quando colher: solo irrigado e adubado, com abundância de nutrientes. A colheita pode ser feita de dois meses e meio a quatro meses após o plantio. Colha as folhas inteiras, retirando-as pela base e nunca pela metade.

Alecrim

Como plantar: o alecrim pode ser plantado por sementes ou mudas. No caso das mudas, o transplante para lugar definitivo deve ser feito apenas quando o ramo atingir entre 15 e 20 cm.

Quando plantar: plantas jovens não devem ficar expostas a temperaturas muito baixas, então prefira realizar o plantio em épocas mais quentes, como primavera ou verão.

Cuidados e quando colher: resistente a secas, as regas devem ser mais frequentes na planta jovem e podem ficar mais espaçadas na planta desenvolvida. A colheita pode ser feita a partir do terceiro mês após o plantio, sem retirar mais da metade dos ramos de uma só vez para não prejudicar o crescimento.

Manjericão

Como plantar: pode ser plantado em sementes já nos lugares definitivos ou para ser transplantado com cerca de 10 a 15 cm. Mudas podem ser feitas a partir de ramos de plantas adultas; neste caso, o comprimento deve ser de em média 15 cm e o ramo deve ser mergulhado em água até que as raízes se formem.

Quando plantar: o manjericão não tolera baixas temperaturas. O ideal é plantá-lo em épocas quentes, com temperaturas acima de 18º C.

Cuidados e quando colher: as folhas podem ser colhidas após dois ou três meses do plantio. A irrigação deve ser constante, mantendo o solo sempre com umidade média.

Alface

Como plantar: a alface pode ser plantada em sementes diretamente no local definitivo ou transplantada posteriormente – nesse caso, o ideal é fazer a mudança quando a planta já tiver de quatro a seis folhas, com o solo bastante irrigado.

Quando plantar: estações de clima ameno, como primavera e outono, são as mais indicadas para o plantio. Altas temperaturas podem impedir o desenvolvimento das sementes.

Cuidados e quando colher: a melhor maneira de colher é cortando a planta pela base, deixando cerca de 2,5 cm de caule acima do solo para que as folhas possam voltar a brotar. A planta pode ser colhida entre 55 e 130 dias após o plantio.

Tomatinho cereja

Como plantar: plantado em sementes. Caso opte por fazer o transplante, faça isso quando as plantas atingirem aproximadamente 10 cm de altura.

Quando plantar: a melhor época para o plantio do tomatinho cereja é no início da primavera.

Cuidados e quando colher: a colheita pode ser feita entre 60 e 70 dias após o plantio, quando os frutos estiverem maduros. Caso o peso dos frutos comece a envergar o caule, ate uma estaca para sustentar a planta.

Cenoura

Como plantar: plante a cenoura em solo profundo, leve e livre de pedras ou outros detritos. As sementes devem ser plantadas no local definitivo.

Quando plantar: o plantio ideal é em épocas de clima ameno. Evite plantar em dias muito frios ou com temperaturas muito elevadas, acima de 30º C.

Cuidados e quando colher: a colheita pode ser feita de dois a quatro meses após o plantio, conforme a espécie da cenoura. A irrigação deve ser frequente, sempre tomando cuidado para não encharcar o solo.

Morango

Como plantar: pode ser plantado em vasos e outros recipientes facilmente por não possuir raízes profundas. É mais comum o plantio de mudas, mas também pode ser platado em sementes.

Quando plantar: prefira dias frescos e nublados para realizar o plantio, especialmente na época que compreende o fim do verão até o fim do outono. O morango desenvolve melhor os frutos quando as temperaturas não são muito elevadas.

Cuidados e quando colher: para produzir mais frutos, corte os estolhos assim que eles surgirem. Colha quando os frutos estiverem maduros, o que ocorre de 60 a 80 dias após o plantio.

Muitas são as ideias de cultivo, a gente até se perde com tanta variedade. :)

Confira agora o passo a passo para montar a sua horta:

Instruções:

Devemos escolher um lugar que receba sol a maior parte do dia.

Deve ter em conta um espaço para poder pisar e circular sem danificar a plantação. Se tiver animais de estimação no jardim, é melhor vedar o espaço destinado à horta parta que eles não estraguem a horta.

Prepare a terra para areja-a, e com a ajuda de uma enxada e um ancinho limpe as possíveis ervas daninhas, pedras, etc.

Acrescente uma camada de 2 a 10 cm de composto orgânico e terra fértil segundo a qualidade do solo. Também pode adicionar um pouco de adubo, mas deve ter em conta que solta um forte odor e atrai moscas e outros insetos.

Uma vez preparada a terra, podemos começar a semear os vegetais que escolhermos, quer seja mediante de sementes ou rebentos de plantas. É muito comum plantar em casa: tomates, espinafre, berinjela, salsa, manjericão…

Devemos ter sempre em conta a distância que é necessária manter entre uma planta e a outra, para que possam crescer sem nenhum problema.

Recomenda-se plantar e regar os vegetais pela manha bem cedo ou à noite, evitando as horas de sol mais duras.

Confira algumas imagens com dicas de como fazer um melhor cultivo .

horta3

horta2

horta1

horta11

horta10

horta9

horta8

horta7

horta6

horta5

horta4

Espero que tenham gostado.

Até a próxima!! ;)

 

Fonte: Daqui

Imagens: Pinterest

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)

DIY – Tapete com Pompom de Lã

diy1

O nosso DIY de hoje é super simples e fácil de fazer.

Tapete de Pompom feito com lã, assim a gente aproveita aqueles restinhos de lã que sobra e faz uma peça linda pra decorar a casa.

Você vai criar peça única e divertida.

Passo a passo:

  • Tela de tapeçaria (tamanho a sua escolha)
  • tesoura,
  • 2 rolos de papel higiênico (Ou outra opção para confeccionar os pompons)

diy2

Separe todos os materiais.

diy3

Pegue os rolos de papel higiênico, encaixe os dedos e comece a enrolar a lã em torno de ambos os rolos.

diy4

Continue a enrolar até este tamanho (mais ou menos igual aparece na foto) ou, se preferir, deixe um pouco maior. Os tamanhos dos pompons serão diferentes uns dos outros, o que não é um problema.

diy5

Corte a lã e comece a enrolá-la no sentido do comprimento. Isto é, entre os dois rolos de papel.

diy6

Dê um nó e remova a lã dos rolos.

diy7

Termine de dar o nó no pompom. Aperte bem e não corte as pontas, pois você ainda vai precisar delas como base de tapeçaria no futuro. Corte ao redor da lã.

diy8

Faça vários pompons de várias cores com a paleta de sua preferência. Cada pompom leva cerca de 5 minutos para ser feito.

diy9

Com os pompons prontos, escolha o design que você quiser e vá montando-os na tapeçaria.

diy10

Amarre e dê os nós com as pontas que você reservou anteriormente.

Caso sobrem alguns pompons, você pode usá-los para outros projetos.

diy11

diy17

diy16

diy15

diy14

diy13

diy12

Fonte: Daqui

Lidiane Silva

Casada, Mãe da Ester, do Arthur e da Sophia, Cristã na CCB, adora passear, e nas horas vagas aproveitar pra fazer crochet. =)